Quem tem direito ao salário-família?

O Salário-Família foi criado pela Previdência Social como forma de auxiliar os trabalhadores no sustento de seus filhos. Não é difícil compreender a forma como funciona o salário-família, mas vale lembrar aqui que não são todos os cidadãos brasileiros que tem direito a esse benefício.

O motivo pelo qual nem todos podem receber o auxílio do salário-família é, exclusivamente, pela tabela de faixas de salários permitidos a receber o benefício. Neste caso, o salário-família deixa de ser entregue ao cidadão assim que o salário dele passa a ser maior que R$ 862,60. Ou seja, se você receber um salário de R$ 862,61 pra cima, o benefício é retido.

No caso, o cidadão brasileiro que recebe, por exemplo, de R$ 573,92 até no máximo R$ 862,60, tem direito a R$ 20,74 do salário-família para cada um de seus filhos. Os filhos devem ter até 14 anos incompletos ou inválidos de qualquer idade. O valor desse benefício, R$ 20,74, só funciona integralmente a partir de 1 de julho de 2011 e para os salários citados neste parágrafo (De R$ 573,92 até R$ 862,60).

Caso seu salário não se encaixe nos entre os valores citados acima, confira a Tabela do Salário-Família no site http://www.guiatrabalhista.com.br/guia/salario_familia.htm. Somente a título de curiosidade, vale lembrar que dependendo do salário e data, ganha mais quem recebe menos.


Recomendamos: