Ar seco e frio prejudica alergia respiratória

Você sabia que o ar seco e frio pode piorar sua alergia. Na maioria dos casos a alergia é proveniente do acumulo de ácaros em nossas vias respiratórias. Outros elementos que podem agravar nossa esse problemas são pelos de animais, fungos e até mesmo restos de insetos.

O clima seco e frio facilita a reprodução de ácaros que por sua vez causam alergias

Alergias mais comuns

Asma, também conhecida como bronquite asmática ou como bronquite alérgica, geralmente piora no período do inverno. Falta de ar, cansaço, sensação de chiados no peito, secreção, tosse são sintomas dessa alergia.

Rinite, os sintomas principais são: espirros, coriza, congestão nasal, acompanhadas de coceira insistente em nariz, olhos, ouvidos e garganta, podendo se confundir com gripes e resfriados. Parece uma doença simples, mas a repetição dos sintomas, em especial a obstrução nasal, pode prejudicar sobremaneira as atividades da pessoa, alterar o sono, trazendo desgaste à rotina.

Sinusite, vem quando a rinite se agrava, ela causa inflamações nos seios paranasais ou seios da face e se manifesta com congestão nasal, sensação de pressão ou às vezes com dor na face ou na cabeça. A secreção nasal se modifica e toma aspecto catarral.

Caso sua alergia piore procure um médico.

Prevenção

O ar seco e frio favorece a reprodução de ácaros e que por sua vez causam a maioria das alergias. Existem algumas indicações para evitar esse tipo de problema. Não se encasule no seu quarto no inverno, de preferência para ficar em ambientes abertos com ar livre. Não use os mesmo edredons e agasalhos por vários dias, lave-os com frequência, e não use cobertores de lã no inverno, são ambiente perfeitos para ácaros. Limpe sua casa diariamente com um pano úmido. Deixe as janelas de sua residência aberta durante o dia para ventilar.


Recomendamos: