Aussie 3 minute miracle: Funciona? Vale apena?

Feito a base de óleo de semente de jojoba, algas marinhas de suco de folha aloe vera, o “Aussie 3 minute miracle” veio ao mercado brasileiro para ampliar a gama de produtos dedicados a hidratações feitas em casa em um tempo muito menor do que seria em um salão de cabeleireiro com o uso de outros produtos.

Aussie 3 minute miracle

Lá fora, nos Estados Unidos da América (EUA), o Aussie é vendido por nada mais que US$ 4 dólares. Aqui no Brasil se você andar um poquinho e pechinchar poderá encontrá-lo por R$ 25, embora em sua grande maioria não é vendido por menos que R$ 30.

Finalidade do Aussie 3 minute miracle

Entre os milhares de produtos de hidratação de cabelo, o Aussie, entre todos, deu preferência e prioridade as mulheres com horários puxados e pouco tempo para hidratações fora de casa. Com isso, criou o aussie 3 minute miracle que carrega consigo a missão de realizar uma boa hidratação em um tempo curtíssimo: 3 minutos.

Vale apena o dinheiro investido?

Essa resposta só pode ser obtida através do uso e resultados proporcionados pelo aussie, e como na internet já existem diversos comentários de centenas de blogueiras que já avaliaram o produto, podemos compartilhar com você se realmente vale apena ou não comprar um produto como esse. Vejamos.

O aussie, assim como um iPhone, por exemplo, possui mais nome e marketing do que um sistema completo e funcional, logo, trocando em miúdos: ele é funcional e poderá ajudar seu cabelo através de hidratações curtas, no entanto, os R$ 35 que seriam gastos nele poderiam, na verdade, comprar um produto com preço similar e resultados mais eficientes.

Isso não tira, porém, as boas qualidades desse produto, que são: hidratações rápidas, eficientes e que, dependendo do seu tipo de cabelo, podem proporcionar mais brilho e macies, além é claro, do cheirinho suave e agradável.

Cabe a você decidir se realmente vale ou não a pena investir seu dinheiro no aussie que, por sinal, chama atenção pelo seu recipiente diferenciado.


Recomendamos: