Como evitar pontas duplas no cabelo

Não, o cabelo acima não é um exemplo de pontas duplas, pois o cabelo de fato não as tem, mas está apenas um pouco armado, até mesmo por conta do corte. Entretanto, um cabelo com pontas duplas é fácilmente identificado, pelo menos pelas mulheres, o que recusa apresentação de imagens aqui, então, vamos apenas as dicas práticas de como evitar as pontas duplas.

Principais causas das pontas duplas

Existem centenas que trazem as tão indesejadas pontas duplas aos cabelos das mulheres, porém citarei apenas os principais deles, onde você terá uma noção maior e poderá, assim, evitá-los.

  • Chapinha e falta de Hidratação;
  • Muita pintura;

No caso da pintura, a explicação é a seguinte: Pintar o cabelo uma vez é legal, mas abre um ciclo vicioso para estar querendo pintar cada vez mais, e isso é uma vontade quase incontrolável, assim, com o excesso de pintura, o cabelo vai ficando cada vez mais ressecado, abrindo espaço fácil para o surgimento das pontas duplas.

A chapinha, sem dúvida, todas mulheres, aliás salvo algumas exceções, com o tempo trás ao cabelo das mulheres muitas pontas duplas, ainda mais se ela usar a chapinha com muita frequência e sequer der importância com a hidratação dos fios.

Como evitar?

Olha bem esse artigo e você verá como evitar facilmente o surgimento de pontas duplas. Notou? Algumas se tocaram, outras nem tanto, mas a real mesmo é que evitar as pontas duplas é basicamente deixar de fazer tudo que eu citei acima: Chapinha e muita pintura no cabelo. Depois disso, abuse na hidratração, que é o melhor passo para evitar e dar mais vida aos fios, assim como uma beleza ainda maior para eles.

Cremes e óleos reparadores de pontas duplas não reparam, apenas escondem o problema enquanto o produto está aplicado sobre os fios. Logo, uma lavagem rápida ou mesmo no chuveiro, acaba retirando o efeito do produto e as pontas duplas, portanto nessa ocasião, a melhor soluçao é Vitamina T, ou seja, muita tesoura. Cortando o cabelo de 3 em 3 meses já o suficiente para evitar o crescimento desse problema.


Recomendamos: