Dicas para escrever um livro

Desde que a Internet se tornou viável a praticamente todos os seres humanos no mundo, tudo se tornou muito mais fácil e rápido de aprender, inclusive, abriu espaço para muitos escritores divulgarem seus trabalhos pela Internet, dando inclusive a oportunidade deles, já experiente como são, ensinar a novos talentos tudo que sabem.

Com essa evolução, ficou muito mais fácil aprender sobre tudo aquilo que a pessoa tanto quer e deseja ver, como por exemplo, dicas para escrever um livro, para compor um poema, uma música, etc. Então, quem tanto quer aprender escrever um livro e quer que ele faça sucesso, existem diversas dicas na Internet que podem facilitar esse sucesso.

Um escritor, por exemplo, precisa ter todos os conhecimentos possíveis em relação a literatura, ou se preferir: português, justamente para evitar possíveis grandes erros de escritura em algumas cenas de seu livro, para assim, fazer mais sucesso e com o menor número de erros cabíveis em seu pequeno livro, seja lá qual for o gênero dele.

Um escritor, seja ele famoso ou não, deve se preocupar a quem vai direcionar seu livro, pois assim como grandes escritos do tipo Monteiro Lobato que, em alguns de seus livros os redirecionou para o público “criança”, assim deve ser você, sabendo para que tipo de público irá direcionar os assuntos que serão impostos nas páginas dele.

Como o ramo de literatura (na categoria: livros) é muito concorrido, pelo fato de muitos escritos lançarem seus livros sempre, é necessário que você crie o seu baseado numa idéia diferente; uma idéia que possa tornar a sua história mais interessante que a de seus concorrentes, mas não tenha pressa: pense muito bem antes de começar a escrever, para não comprometer a história por inteira.

Ter uma idéia não é difícil, desde que você seja um bom observador, pois assim, você consegue criar suas idéias sobre as imagens que você vê no seu dia-a-dia, ou agora mesmo ao seu redor; seja criativo. Depois de ter sua idéia pronto, é aí então que você deve definir o gênero de seu livro, que pode ser romântico, crônica, poesia, entre outros.

Até esse ponto, tudo bem, pois você já sabe qual será sua idéia em relação a sua história, qual é o gênero do livro e, não menos importante, o público que você quer atingir ao publicá-lo, no entanto, você precisa estabelecer uma linguagem adequada para ser utilizada no livro. Isso é fundamental para uma boa leitura do livro e também para garantir um volume de vendas considerável.

Agora, você deve considerar a linguagem a partir do público que você decidiu atingir com seu livro, logo, se a escolha foi para crianças, saiba que elas gostam de palavras fáceis e textos curtos, já os adolescentes tem a necessidade de conhecer textos provocadores e com palavras novas e, por fim, os adultos, que preferem textos mais rebuscados, na maioria das vezes.

Depois de ter feito tudo isso, terminado sua obra (seu livro), leia e releia tudo novamente, sendo que é importante que você se questione em relação ao texto, como por exemplo, será que eles vão entender? Então, tente, mesmo usando palavras difíceis e textos novos, da um pouco de entendimento ao seu leitor. Depois, publique-o e confira os resultados.


Recomendamos: