Gírias usadas pelos funkeiros

Existem milhares de homens e mulheres que curtem bastante o estilo de música Funk, que geralmente é composto por letras bem ousadas e um tanto quanto adultas. Os homens que curtem esse estilo de música são chamados de Funkeiros, sendo que as mulheres são chamadas de Funkeiras. Se você é um desses, está querendo ser ou apenas quer conhecer suas falas, então aumente seu vocabulário com algumas das seguintes gírias.

Gírias de Funkeiros e Funkeiras

Abalar: Causar boa impressão;
Bifão: O cara que só anda acompanhado de várias mulheres mas não está namorando nenhuma;
Bonde: Fileira. Grupo de amigos da mesma comunidade;
Cata-Mocréia: Pessoa que vai em porta de escola seduzir as alunas na hora da saída;
Chapa Quente: Lugar que o clima é agitado;
Coiote: Gay enrustido;
Talarico: Tomar a namorada de alguém;
Demorô: Isso aí, sim;
Gogó: Pessoa que mente ou a própria mentira que ele conta;
Já É: É isso aí;
Martelão: Pênis;
Mulão: Grupo de muitas pessoas.
Mulher Chumbinho: Mulher com doença, com HIV (AIDS);
Olhões: Os funkeiros;
Osso da borboleta: Estar numa situação desfavorável;
Pancadão: Batida grave do miami bass;
Pela Saco: Pessoa importuna, que chateia os outros;
Pisante: Tênis;
Porpurinada: Mulher bem tratada, cheirosa;
Presepeiro: Pessoa que faz uma promessa e procede com safadeza. Não cumpre o que promete.
Puxar o bonde: Formar um grupo de galeras no baile;
Rapeize: Rapaziada;
Responsa: Confiável, Agradável, divertido;
Shock Legal: Muito bom, Excelente;
Style: Estar muito bem arrumado;
Tá ligado?: Entendeu;
Tecido: Estilo de se vestir, tipo de roupa;
Tigrão: Homem de aparência grotesca que consegue namorar mulheres bonitas;
Tomar bola: Sofrer prejuízo, dano. Sair lezado;
Veneno: bebida alcólica;
X9: Informante.


Recomendamos: