Profissão: Relações Internacionais

Tire todas as suas dúvidas sobre a profissão de Relações Internacionais, tais como o mercado de trabalho, áreas de atuação e o salário de um recém-formado.

A profissão de Relações Internacionais sempre foi, para muitos, um enigma, entretanto, a profissão vem se mostrando cada vez mais ampla e com um mercado de trabalho imenso para todos os formados, principalmente agora que o nosso país está em uma maior inserção na política e no comércio internacional. Com esse crescimento, os profissionais acabam encontrados melhores oportunidades de emprego em Relações Internacionais. Esses profissionais são contratados com o principal objetivo de relacionar os aspéctos políticos, econômicos, sociais, culturais e ambientais entre os países e proporcionar na teoria e na prática soluções eficientes, éticas e sustentáveis.

Entre as principais funções de um bacharel em Relações Internacionais, destacam-se a análise do cenário mundial, assim como a responsabilidade de investigar sobre mercados e avaliar todas as possibilidades de gerar negócios e investimentos no exterior. No que se diz respeito as empresas, o bacharelado deverá promover o entendimento delas e de governos de diferentes países.

O mercado de trabalho de Relações Internacionais oferece aos formados uma área de atuação muito extensa, como prefeituras e governos, empresas internacionais, ONGs, como professor trabalhando em institutos, agências e tudo que esteja relacionado ao comércio exterior. Isto é, caberá a ele identificar oportunidades de comércio em outros países e fazer a intermediação na importação e exportação de produtos, no caso da atuação em Comércio Exterior.

O curso tem duração de cerca de quatro anos, onde o profissional, após a conclusão do curso, poderá ingressar na carreira com um salário inicial de R$ 4.000,00, sendo as informações da “profa. Janina Onuki, da USP”.


Recomendamos: